Acesso a Foz nos anos de 1940 era limitado e tinha barco e trem

Chegar na região que hoje é chamada de Tríplice Fronteira já foi uma grande aventura. Os excursionistas, como eram chamados os viajantes que chegavam na região, tinham poucas opções de viagem na década de 1940. Mas eram mais variadas: o acesso podia ser feito tanto por via terrestre, como marítima e até ferroviária.

O professor da UNILA e pesquisador do GTF-UNILA Micael Alvino da Silva, que atualmente pesquisa a história da região no período, publicou um artigo sobre o assunto na revista 100 Fronteiras, com mapa do também professor e pesquisador da UNILA Marcelino Teixeira Lisboa.

Leia o artigo em: https://100fronteiras.com/opiniao/noticia/como-era-o-acesso-a-triplice-fronteira-em-1940/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: